Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O romântico de rosas amarelas.


O romântico de rosas amarelas.


Já era tarde e os relógios
É bem provável que marcassem
O acumulo de noites não dormidas,
E o som do vento ao virar as esquinas.


Mas o sol vindo lá do horizonte
Na linha do leste, vem pra transparecer
Verdades sem limite, vontades de ir além,
Á lugares que a vida não trás.

Já próximo do amanhecer surgem os
Resumos de rabiscos escritos
Em branco e vermelho, com as pontas
Tão frágeis dos momentos, agora são dores.

A síntese de quer bem mergulha nas risadas.
Achar a vida sem cor, na cidade maravilhosa,
Pois a menina de vermelho, ainda não passou
Com suas jóias e passos sem métrica nem razão.

Mas um louco romântico de rosas amarelas
Chora sem interrupções, sua menina vive
Nesse momento em outras mãos.
É tarde, ele deve dormir.



São Paulo
Jane Krist Coffee.

Julia passou na banca de flores, quer lembrar do tempo do tempo da eternidade, lá brinca com sua avó que já dorme e conversa com Byron sobre com estancar ou fugir dos gostos que não pode sustentar.


Jane Krist Coffee
Enviado por Jane Krist Coffee em 25/01/2006
Código do texto: T103943

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jane Krist Coffee). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane Krist Coffee
São Paulo - São Paulo - Brasil
503 textos (67728 leituras)
1 e-livros (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:23)
Jane Krist Coffee