Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES

Saudades palavra triste
Que transmite o amargor
As vezes deixa Lembranças
Como o perfume deixa a flor.

             Saudade, oh! Que saudade!
             Das tardes de primavera
             Observando as flores
             Debruçada na janela.

Saudade daquele aroma
Das flores que emanavam
Rosas, dálias, Bugarins
Essa essência tão rara.
            Ah! Que saudade do tempo
            Que ora vai e ora vem
            Traz meu amor de volta
            Oh tempo cadê meu bem?

Não estou pedindo muito
Só quero o essencial
Leva essa saudade embora
Não me deixa passar mal.

            Saudade do que não tive
            Saudade do que se foi
            Saudade que mata a gente
            Saudade de dizer... Oi!...

Essa saudade maldita
Que me fere o pensamento
Por favor vê se me esquece
Só quero viver decente.

           Sem a luz do teu olhar
           Amei-te desde o principio
           Uma paixão sem limites
           Dessas que fere e machuca

Amanhã posso perder-te
Demorar para esquecer-te
Esse é o meu padecer
Sonhar! Sonhar e viver.

                                      Dolores da Silva

Dolores da Silva
Enviado por Dolores da Silva em 06/02/2006
Código do texto: T108574
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dolores da Silva
Paragominas - Pará - Brasil, 66 anos
25 textos (1163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:28)
Dolores da Silva