Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ai que saudades de você, amor

Esta noite quase não dormi
E quando por alguns minutos conseguia relaxar
E adormecer um pouco
Lá vinha você em meios sonhos
Mesmo nos sonhos mais loucos

Eu me acordava assustada
No meu leito sentava
E lá vinha você de novo
Tuas mãos percorriam meu corpo como brasas
Tua boca, pedia a minha boca
E ouvia você sussurrando em meu ouvido
Aquelas frases todas
Daquele jeito que só você sabe

Me envolvia em delírios
E ficava ali parada
Não sei por quanto tempo
Nem sei direito o que sentia
Só sei que é de saudade
Vontade, desejo
Necessidade

Preciso te ver
Não importa aonde
Não importa como
Sinto meu coração parar de bater
Preciso de você
Vou morrer
Ai, que saudades de você, amor.
Clara Belmiro
Enviado por Clara Belmiro em 09/02/2006
Código do texto: T109738
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clara Belmiro
Paulo Jacinto - Alagoas - Brasil, 29 anos
30 textos (2945 leituras)
1 e-livros (158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:30)
Clara Belmiro