Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PANTANAL SAUDADE


  Seguindo a estrada, cerrado afora
  lembro de você, saudade aflora...
  no radio do carro uma canção linda
  quantas vezes deixarei o PANTANAL ainda...

  Peço a Deus com a força da oração,
  Pai me ajude, sempre a fugir do mal
  não me deixe, peço de coração..
  morrer longe do meu PANTANAL...

  Na minha alma, vivem as flores do camalote
  no meu coração pulsa vivo o abobral
  o cavalo, ao meu ouvido, traz o leve trote...
  Em minha mente, habita o som do PANTANAL...

  A primavera tráz flores régias à tona,
  flutuam norturnas, brancas ainda
  ao alvorecer, a cor rosa entona...
  leve e delicada.  Beleza  infinda...

        Manoel Vitório
 ( do livro de minh autoria MENINO DAS CALÇADAS )
       LANÇADO EM BUZIOS 2004, DIVINÓPOLIS-MG 2004,
         E EM CORUMBÁ NA FESTA DO HOMEM PANTANEIRO EM 2004
   ESTOU LUTANDO PARA DIVULGAR HOJE NO PAIS
Manoel Vitorio
Enviado por Manoel Vitorio em 10/03/2006
Código do texto: T121243
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Vitorio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 59 anos
4770 textos (174938 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:58)
Manoel Vitorio