Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pomares


Nas trilhas da minha infância
vejo tua sombra nos quintais
sorrindo entre galhos e distância
que não recupero jamais.

Minhas mãos de envelhecidas linhas,
escrevem outras tantas em vão
longe estão os pomares e vinhas
tênues espasmos de recordação.

Tua pele jambo. Teus olhos jabuticaba.
O doce mel da manga, tua boca.
Desejo de sonhos jamais beijada
por minha timidez cabocla.

As trilhas, os trilhos do trem,
deixaram para trás quintais e pomares
prédios, estudos, ser alguém.
Trocaria tudo por teus convidativos olhares

Ouro Fino, 2002
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 20/03/2006
Código do texto: T125758

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56483 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:25)
Mauro Gouvêa