Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUTILEZAS

       
Ali, num canto, calmo, sereno, peregrino das artes
Arquitetava travessuras, quieto, ativando a mente,
Sem pressa, como o pulsar de uma onda longe avistada,
Que vem mansinha repousar seu encanto,
E desmancha na areia sua graça de criança.

Antevia situações, criava artimanhas serenas,
Qual criança sapeca que arquitetava travessuras,
E num repente, sem ao menos ninguém sequer esperar,
Lá vinha ela, elaborada, minuciosamente trabalhada,
E o seu findar era o riso que ninguém conseguia conter.

Era assim seu temperamento, bem pensado, elaborado,
Criando sutilezas de criança num espírito de adulto,
Sem precisar o momento certo para suas travessuras,
Que vinham fortes temperadas com o sabor da graça,
Pois imprevisível e doce era o desfecho do que arquitetava.

Seu canto onde repousava seu corpo cansado,
Hoje não mais existe, ele partiu, foi bem mais longe,
Preparar sutilezas, quem sabe, numa dimensão elevada,
Em espírito preparado, pois doce foi sua existência,
E lá, onde não sei, quem sabe pode ainda ser moleque.

Sua casa, seu remanso, sua existência onde dormia sereno,
Foi atropelado, nem resquícios deixaram para ativar memórias,
E triste hoje contemplo somente espaços,
Onde foi seu reino e eu mero espectador de seus atos.
Lembro dele, tio Zuzú herói de todos  meus momentos.


                                                         Jairo Valio      01/11/2005

                       






Jairo Valio
Enviado por Jairo Valio em 22/03/2006
Reeditado em 22/03/2006
Código do texto: T127055

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jairo Valio
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 82 anos
518 textos (40392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:24)
Jairo Valio