Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Réstia do Passado

Descobri-te....

Com o passar do tempo
Numa candura singela
Num amor que foi brotando
Em cada rua repleta de sonhos

Tu...

Roubaste-me as lágrimas
Mas devolveste-me sorrisos
Exaltas-te as minhas ilusões
Mas concretizaste o meu desejo

De Ti....

Recordarei sempre as minhas estradas
Os lugares tão Meus
Onde passei momentos tão bons
Onde ri e chorei

Na minha Coimbra...

Aprendi a a amar e a viver
Cheguei menina e sai mulher
Cresci na esperança e na tradição
Talvez por isso seja hoje, um ser repleto de emoção

E hoje recordo-te, minha velha Coimbra...

Estás em cada acorde de guitarra
Em cada puro e belo trinar
Nas pandeiretas que ouço chocalhar
Nos estandartes e nas bandeiras que vejo baloiçar

Minha tão querida Coimbra...

Onde moram os amigos com que nem sempre posso estar
Onde repousam tão belas recordações
Onde deixei um pouco de mim e do meu percurso
Onde se aprende o significado da palavra saudade

Coimbra....

Banhada pelas águas do Mondego
Que tantas vezes acolheram as minhas suplicas
Que tantas vezes forma o meu consolo
A minha paz, o meu recanto perfeito

Saudade é pouco para te dedicar a Ti, Coimbra...

Sonya
Enviado por Sonya em 09/04/2006
Código do texto: T136193
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:26)
Sonya