Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vestigios do Tempo

Aos meus queridos ex-colegas de trabalho...

Hoje recordando fotografias senti saudade
Das pastas verdes que preenchem o gabinete
Da minha cadeira e do meu computador
De fazer parte de algo que me enchia de orgulho
De ver os vossos rostos, as vossas caras

Senti falta do café e das nossas conversas
Das visitas que alguém vinha até mim fazer
Mesmo quando não tinha dinheiro para comer
Só para me dizer Ola, Bom Dia, Dormiste bem
Era a suprema alegria que encantadava o meu dia

Hoje acordei e só tinha as recordações
Senti vontade de ir até aí
Entrar nesse Mundo e vaguear pelos corredores
Mas nada seria igual
Porque a dura realidade é que Acabou

Da última vez senti um frio gelado
Ao ver a cadeira arrumada, o computador desligado
O gabinete trancada e eu uma visita
Que vem ver crescer o que vim nascer
Que vem recordar para continuar a viver

Às vezes ainda ando perdida em sonhos por esses caminhos
E quando acordo percebo que é só mais uma quimera perdida
Mais uma ilusão que me consome em cada despertar de...
Saudade...um sentimento do qual não me consigo desligar
Porque amo o que vivo e vivo o que amo

Não deixei só um sitio que me era familiar
Deixei uma história e queridos amigos
Perdi um batalha sem desistir da guerra
E em cada suspirar angustiado está a profunda certeza
Que jamais me esquecerei de Vós porque um pedaço daí é Meu

E o meu coração vive onde eu quiser...
Sonya
Enviado por Sonya em 18/04/2006
Reeditado em 04/08/2006
Código do texto: T140946
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:20)
Sonya