Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cantiga de aboio


Ô,  ô,  ôia   boi.
É triste  o aboio  do vaqueiro,
Quando canta  p’ra acalmar a boiada;
É triste a canção que ele canta,
Quando quer relembrar  a sua amada.

Pelas estradas de Minas, São Paulo, Mato Grosso ou Goiás,
Quando passa,  tudo pára
Só p’ra  ouvir  ele cantar;
E o som de seu berrante
Até dá vontade de chorar.
É triste, triste demais.

Vai  vaqueiro, vai cumprir  o  teu destino;
Quando voltar  p’ra  Minas,
Talvez   ela  esteja  a  te  esperar...
Quem sabe cante,  quando  vir  você  chegar.
José Fernandes
Enviado por José Fernandes em 22/04/2006
Código do texto: T143475
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Fernandes
Valença - Rio de Janeiro - Brasil
65 textos (4487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:11)