Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade de Danuza



O meu coração espera por ti, o teu perfume eu quero sentir outra vez.
Todos os dias eu desço ao nosso jardim, e as flores como eu chora a tua ausência.
                        Que saudade de você!
Nas lembranças do nosso passado posso ouvir tua voz me chamando.
Voz doce que transmite alivia para a minha dor.
                        Vem Danuza amada!
O meu coração espera por ti.
Vem pra perto de mim, pois delírio a cada amanhecer.
Os meus dias já não são iguais, deste que você partiu.
Sou resto de água no imenso deserto da vida.
Sou um grito parado no ar.
Eis que uma grande multidão me rodeia, mas eu não vejo você, então me considero só, no grande inferno da vida.
Pergunto a Deus o porquê de você ter indo embora, mas o seu silencio me perturba.
Então vejo os meus pedaços no chão.
                      Volta Danuza amada!
Não me deixe morrer, de saudade de você.
Eraldo costa
Enviado por Eraldo costa em 24/04/2006
Código do texto: T144448
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eraldo costa
Garanhuns - Pernambuco - Brasil, 33 anos
30 textos (6189 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:29)
Eraldo costa