Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LABIRINTO


Desencontrados, inquietos, meio perdido,
Assim  está  meus pensamentos,
Ora encontro a solução do caso,
Ora,  desespero  por  confundir o acaso.

Perco-me em segredos, enigmas,  conflitantes.
Horas a fio não consigo decifrar,
O tempo passa como um desafio
Chega os dias a  Impacientar.

Se existe  pergaminho de boa sorte,
Preciso urgente  encontrar
A solução deste  caso,  já cansada estou
Desistir  do começo  não sentirei mais dor.

Fora o inconsciente que  acusaste a alma
Estarrecida vejo a imagem a refletir
O espelho apavora  e chora a lamentar
O que nunca mais irei sentir.
Morgana Rosa
Enviado por Morgana Rosa em 19/11/2004
Código do texto: T145

Copyright © 2004. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Morgana Rosa
Salvador - Bahia - Brasil
248 textos (11199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/16 19:18)
Morgana Rosa