Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lagimas amarga:(Junho 08, Ano 2000.


(seis anos sem você, Eliane).

Esta noite
Quando a lua surgir
E tomar conta do céu
E a noite se cobrir de estrelas
Eu voltarei a minha varanda
Só para ver, se vejo você.
Pois sei que estarás, lá.
Em algum lugar no espaço.
E sorrirás para mim, com certeza.
Pois sabes que estarei te vendo.
Se puder farei uma serenata pra ti.
A canção que irei cantar não importa.
O que importa e a minha mensagem
Que te falará de minha saudade
Meu Anjo, minha amiga querida.
Te, guardo em meu coração.
Pois não consigo te esquecer.
Como nosso amigo.
Que ainda está por aqui.
Ainda é meu melhor amigo.
Jamais perguntei a ele, porque.
Pois ele sofre tanto quanto eu.
Esta triste separação, amiga só por isso.
Ninguém fala, sobre o acidente.
Que a roubou de nós, sem avisar.
Que aquela seria, sua noite derradeira.
Um aniversário, a comemoração.
Um final de festa, nada mais.
Apenas lágrimas amargas.
Foi tudo que nos restou.

Volnei R. Braga

Pelotas: 29/04/2004

 






Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 29/04/2006
Código do texto: T147541
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:51)
Volnei Rijo Braga