Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETÉREA

E eu me fiz vida novamente
Abandonei o mundo espiritual
Abraçando agora um novo ideal...
Precisava do meu corpo, da carne
Pois sua nova missão você havia abraçado!

Nosso encontro mais uma vez
Seria tardio e sofrido
Mas nosso amor continuaria
E por todos seria sentido.

Continuamos ligados, como éramos no além
Mas nosso destino era de luta.
E para ficarmos juntos eternamente
Teríamos que o mundo desafiar...

O peso do corpo, dessa matéria densa,
A luta diária da sobrevivência
Nos deixa esquecer a promessa
Que fica perdida em nossa vida...

Mas a energia cósmica
Que liga tudo e a todos
Sempre volta e nos mostra
Nossa promessa de amor!

Porque nos fizemos vida?
Éramos tão felizes enquanto energia!
Hoje a vida só nos judia
E mostra que não somos tão fortes assim!

Nos entregamos aos dramas do cotidiano
Não nos damos a chance da felicidade
Perdemos a luz âmbar do nosso encontro!

Não tenho mais forças para lutar...
Eu só tenho duas saídas:
Ou tenho você a me amar
Ou irei ao mundo espiritual voltar!

Santo André, 19.11.03 - 17:20 h
Enloucrescida
Enviado por Enloucrescida em 02/05/2006
Código do texto: T148997

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enloucrescida
Santo André - São Paulo - Brasil
634 textos (89716 leituras)
14 áudios (2047 audições)
4 e-livros (1045 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:27)
Enloucrescida