Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Face Branca no Crepúsculo

Como se fosse a primeira vez que o sentia
Ó coração perdido, das trevas luminosas
No crepúsculo a branca face se escondia
Enquanto minha boca palpitava a aurora

Naquele beijo depositei toda minha vontade
E me perdi em devaneios, enquanto o suor escorria
Qual a ligação com o passado e a vaidade?
Qual a ligação com o julgamento que se seguia?

Naquele antro de prazer e de verdades
As lágrimas iam escorrendo, frias
Fixando-se, amargas, no travesseiro.
Vestígios da saudade que morria.
Vitória Hellsing
Enviado por Vitória Hellsing em 18/05/2006
Código do texto: T158422
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vitória Hellsing
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 28 anos
5 textos (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:53)
Vitória Hellsing