Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU, O SILÊNCIO, E A NOITE

Analiso-me e percebo, inquietação e medo
Lá fora, enxergo o vazio do mundo
Na escuridão, a chuva bate na vidraça
Fazendo um barulho ensurdecedor!

A madrugada adentra e o vento forte assobia
Fazendo balançar as folhas do coqueiro
O dia vai clareando lento e um galo canta no quintal
Enquanto o outro responde lá adiante...

Sento-me, levanto-me, caminho em círculos pela casa
Como companhia, a solidão revolvendo o passado
Enquanto “eu, o silêncio e a noite”, continuamos assim...
Vazios, inquietos e sós!
Laura Limeira
Enviado por Laura Limeira em 18/05/2006
Código do texto: T158585
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Limeira
Recife - Pernambuco - Brasil
62 textos (3169 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:19)
Laura Limeira