Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades

Saudades

Quantas saudades eu tenho!
Do tempo que longe vai,
da casa cheia de sonhos
da vivência com meu pai.

Às vezes fico pensando...
Quantos sonhos lá ficaram!
Daqueles bosques tão lindos
meus pensamentos voaram.

Andaram longas estradas
vagaram por este país,
coloquei o sonho em prática
fui independente e feliz.

Hoje perdida no tempo
que no passado ficou,
só trago muita saudade
da lembrança que restou.

Das lindas flores que havia
naquelas plantas selvagens:
Brancas, lilás, amarelas,
em meio às verdes folhagens.
.
Longe a perder de vista
vislumbrava o coqueiral.
Aquela planta nativa
nascia desde o quintal.

O sabiá logo à tardinha
no seu dobrado saudoso
enchia-me de alegria.
Ai, que tempo venturoso!

Entre a mata e o mar do Anil
não vejo mais as palmeiras,
moro agora em outro extremo
destas terras brasileiras.

Benedita Azevedo
Magé-RJ, 01/05/06

Benedita Azevedo
Enviado por Benedita Azevedo em 22/05/2006
Reeditado em 22/03/2009
Código do texto: T161036
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Benedita Azevedo
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 72 anos
869 textos (528330 leituras)
8 e-livros (6476 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:27)
Benedita Azevedo

Site do Escritor