Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No silêncio

Há um vazio dentro de mim,
Uma ausência infectando meu ser
Como um vírus querendo meu fim,
Pois no espelho não posso me reconhecer...
~
Há na noite um póstumo silêncio no ar,
Fazendo-me por suas variantes calar
Ele me atormenta, e não me faz enxergar,
Que em flores rubras, eu estive a pisar...
~
E esta ainda insiste em me rotular,
Quando não percebi seu espinho me ferindo
Sê errei! Errei tentando acertar,
Pois é muito fácil amar estando sozinho...
~
Não foi por falta de carinho, nem amor,
Eu que me perdi do caminho da razão
E pus-me despetalar tão pequena flor,
No dia de sua mais bela coloração...
~
Só sobrou o silêncio num jardim vazio,
E a tristeza de um ébrio famigerado
Escrevendo suas odes num canto do átrio,
Onde o silêncio sagazmente tem lhe condenado...
~
O medo lhe cala, mas com coragem escreve,
Sentimentos depostos nos papiros em garrões
No silêncio de suas palavras, põe sua alma leve,
E esquece da vida, e o temor das ilusões...
~
A epístola para seu funéreo amor,
Morto pelo silêncio, que também o fez calar
Que o fechou no escuro, no império da dor,
Como num ataúde que se fez fechar...
~
Tal qual é a miséria da vida de quem não ama,
Tal qual é a miséria de quem não sabe reconhecer
Que a vida é um teatro num constante drama,
Morte, antônimo de vida, vida, sinônimo de viver...
~
Como eu queria os anjos do passado no futuro,
Mostrando-me todos caminhos que errei
E todas incertezas que me tornaram inseguro,
Das decisões a qual eu nunca tomei...
~
Como eu queria os anjos do futuro no passado,
Mostrando-me como sou, depois como eu serei
Solidificando ao meu molde figurado,
Mostrando-me também, que para sempre te amarei...
~
Mas mesmo agora, condenado no meu silêncio,
Tento descrever a simplicidade que tem a flor,
E seu perfume doce no ar, ainda está suspenso,
Na continuidade de uma única palavra...Amor...
Marco Ramos
Enviado por Marco Ramos em 13/05/2005
Código do texto: T16741
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Ramos
Salvador - Bahia - Brasil, 47 anos
242 textos (16658 leituras)
5 áudios (355 audições)
3 e-livros (406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:47)
Marco Ramos