Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema ao amor distante

Eu te quero,  te quero tanto  que meu coração sofre molestado de dor e quanto mais me seja  violento o sofrimento, mais aumenta em minha alma teu encantamento.

Como o menino sonhando pelos  cantos ante à incógnita na vastidão pendente, meu peito é um vago de carinho que acalanta frases de nostalgia numerosas para o meu contentamento.

A alma não é menor  que o coração nem a presença melhor  que a nostalgia, o fato de te amar é gostoso, e sentir tua serenidade é maravilhoso, no simples pensamento.

E trata-se de uma serenidade  tão perfeita e cheia de modéstia ao meu olhar, que não  te colocaria sob  domínio e muito menos seria para sempre em tua vida um tormento..
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 03/06/2006
Reeditado em 05/06/2006
Código do texto: T168888
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79545 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:15)
R J Cardoso