Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

THIAGO


Thiago Leitzke de Albuquerque
(in memoriam)


Fonte de água pura, eras,
córrego cristalino,
formando-se riacho
querido, perene; Thiago.

Quando em gestação, alegria,
bênção, força doaste.
Em nossos corações mexias
com amor, esperança e fé.

Queríamos-te... e eras sonho...
Eras belo, o mais belo lago
azul, puro, bosque florido;
Feliz a vida neste sonho.

Nos montes e jardins crescemos,
brincamos, cantamos, rimos;
Colho flores, nuvens tocamos;
Pôr do sol, abraçados, vimos.

Era sonho... veio o pesadelo...
Quando ías formar-te em lago,
a terra vil sugou a vida em flor.
Restou a dor, o vazio, o choro...

Tão assombroso o vazio
Que a natura descoloriu,
O céu transmudou, chorou;
As flores... Ah! As flores... rejeitamos!

Na tormenta raiou a Luz!
Luz d’um sonho, Realidade;
Tua voz, Senhor, foi clara,
forte, amorosa, amiga.

Quebraste cadeias da aflição,
Dando conforto ao coração;
Bálsamo, abraço gostoso;
Choraste, Senhor, conosco!

Um dia, não aqui, não distante
do Teu Trono sairá um rio
de água pura e, renovarás
nossos corpos, o lago, Thiago.

Como o rio alimenta os lagos,
cria as florestas, sustem as aves
Nos darás Vida, outra vez
alegria eterna, dessa vez.
Muniz de Albuquerque
Enviado por Muniz de Albuquerque em 05/06/2006
Reeditado em 20/05/2009
Código do texto: T169837
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rosival Muniz de Albuquerque www.rosivalmuniz.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Muniz de Albuquerque
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
136 textos (45352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:02)
Muniz de Albuquerque