Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Teu Nome Há de Ser Angelita

O Teu Nome há de Ser Angelita

Sou eu grande Dama
A Doti  assim como arruda é arruda
E do mais não se clama...

Nesta vida viestes para ser mulher de um homem só o único á vê-la desnuda
E a ele presenteou com a filharada parruda...

Voou o tempo escorregadiço
E no combate diuturno
Perdestes a seiva o viço...

Os parcos e singelos sonhos
Traçaram os caminhos das rugas...

Anos e anos nas madrugadas acordada...
Acode Deus meu
Salva dos maus
Os teus
Os meus
Os nossos...

Meu Dinho meu louro
Por Deus
São meus tesouros
Meus ouros...

Abateram o Dinho..
E cruelmente de uma forma inclemente
Abateram-na Angelitinha
Teu passinho
Ficou ainda mais miudinho...

Teus olhos transpuseram
Todos os horizontes
Atravessaram os céus...

Doti mataram meu filho....

Ela obstinada e teimosa
Foi-se embora...
Partiu D. Angelitinha
Amiga de qualquer hora
A doce Senhora
Foi-se embora...
Ficou sua história....

                      Homenagem Póstuma À Angelita Alves
Dorothy Carvalho
Enviado por Dorothy Carvalho em 14/06/2006
Reeditado em 14/11/2006
Código do texto: T175073
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dorothy Carvalho www.dorothycarvalho.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dorothy Carvalho
Rubiataba - Goiás - Brasil
351 textos (53939 leituras)
1 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:36)
Dorothy Carvalho