Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEMÓRIAS DE SILÊNCIO

MEMÓRIAS DE SILÊNCIO


Ontem, senti o cheiro das emoções.
Ontem, o tempo não tinha pressa entre nós.
Sobre a pele os gestos aconteciam
devagar, e as palavras entrelaçavam-se nos
meus dedos.
Naquela tarde, entre o verão e o jardim,
Eu quis traçar labirintos sobre
os teus olhos.
Mas, a ferida que se alimenta da tua
sombra, tem a espessura
do teu silêncio.

Ontem, os sonhos tinham cores
fascinantes.
Mas a viagem, porém, foi curta, e o destino
desconhecido.
Abandonaste o templo da paixão.
O sol dourado,
A pele de cetim,
A taça com morangos quentes,
O recanto entre as palavras.
Continuarei escrevendo palavras neste livro
de
capa de memórias.
Memórias de silêncio, numa
Gaveta de saudade...

Amália Lopes
amaliapoemass
Enviado por amaliapoemass em 15/06/2006
Código do texto: T176112

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
amaliapoemass
Portugal
91 textos (4004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:58)
amaliapoemass