Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





Ontem, as minhas lágrimas desceram
tanto, que eu nunca havia chorado,
ao ver, a casa velha da praia...
recordei tanta coisa do passado.

Ao longe, parecia ver você
no meu delírio, chamava o seu nome,
eu preciso tirar isso da cabeça...
esquecer...esse passado, que me consome.

Foram dias tão felizes, na minha vida
os que vivemos, ainda recém casados,
quando nasceu, a nossa querida filhinha
em que no parto, eu fiquei desesperado.

Felizmente, o nosso fruto vigorou
você se foi, por impulso da vaidade,
levou consigo, nossa pequena princesinha
por isso hoje, eu choro tanto de saudade.



Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 19/06/2006
Código do texto: T178307
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257151 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:40)
Antonio Hugo

Site do Escritor