Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCES SAUDADES

DOCES SAUDADES

Flutuo as noites densas
guardadas em memórias cálidas
dos dias de tantas vidas
então, uma saudade vem encorajar
a buscar sinais de outros tempos
que permeam as minhas trilhas
de tantas idas e vindas
que quase me perco de tudo

Não busco resgate
nem quero lamentos
antes quero uma visão
dos mais belos encantos
de uma vida sem igual
onde canta a esperança
embalada em sorrisos
de eterna criança

Os sonhos me vêm em formas gentis
em "feed-back" de minhas viagens
revelando sentimentos febris

Mas, uma saudade me vem despertar
me fazendo acordar
da lasciva mansidão
da alma que quer voar

Essa saudade não sei explicar
mas me vem ajudar
a manter viva a memória
pulsando na alma
um gosto de infância

A saudade me faz vaguear
num círculo eterno
qual cárcere apaixonadao
que me faz voltar
na ânsia de amar

Essa saudade
Ah, essa saudade me faz viver
Florear os dias de inverno
Solear os dias de chuva
Refrescar os dias quentes
Com pipocas e caramelos
Com circo e aquarelas
Danças de rodas
e amarelinha

Como é doce essa saudade...
e doces são essas memórias...
" de um tempo que não volta mais"!!
NENINHA ROCHA
Enviado por NENINHA ROCHA em 30/06/2006
Reeditado em 09/08/2006
Código do texto: T185243
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NENINHA ROCHA
Guarapuava - Paraná - Brasil, 56 anos
310 textos (10916 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 00:58)
NENINHA ROCHA