Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando te via...

Quando te via
Meu coração tão forte batia...

E era assim
O tempo todo
A perna tremia
A voz não saía
O texto ficava inacabado
E a palavra... esta? Sumia!...

Teus olhos viam ao longe
Meu corpo te queria
Minha boca te pedia
Minha fome, ardia.
E tu? Sabias...

Quando te via...
Os minutos eram eternos
Minha ecologia florescia
Meu ambiente decoravas
Teus olhos molhados? Também sabia...

E sabíamos o tempo todo
Do fogo que queimava a língua
Que latejava no encontro
E o tempo? Corria...

Teu fascínio
Teu mistério
Teu sexo transpirava no toque
Cheiro orgânico do teu desejo
E o meu desejo...

Quando te via
Teu jeito carinhoso
bebê manhoso...

Ah!...como eu sabia...

Como a vontade
Como a magia
A sintonia
Teu olhar grudado ao meu
virtual e mental

Ah!...como fazias?...


Rose de Castro
A ‘POETA’

Rose de Castro
Enviado por Rose de Castro em 06/07/2006
Código do texto: T188937
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose de Castro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
200 textos (21749 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:44)
Rose de Castro