Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VENTO


Pensei tanto sobre coisas deixadas anos atrás
Pensei em rever fotos que sujavam meu chão
Pensei em voltar a velhas casas do passado
Em deixar o vento tocar sua canção e me levar onde quiser

Mas não pense que deixarei novamente marcas
Não sou tão compreensivo mas serei um pouco sentimental
Desta vez as palavras se organizarão aos poucos
Como se acalmam as marés, como se conduzem os ventos

Tentar significa acreditar em tudo de novo
E sei que preciso levantar-me deste frio piso quebrado
Estes pedaços de plástico não serão reconstruídos
Temo viver, um dia de cada vez, um de cada vez

Pegar o caminho certo, entrar pela porta escondida
Seria loucura e um desespero, seria loucura
Já que tivemos corações quebrados
Já que perdemos as sugestões que propomos

Agora é assim, sem mais nem menos
Eu vou, e você não, seguir o vento
Deixar que o sopro regue minhas veias encardidas
Limpar as lágrimas que escorreram sem dedicação

Agora somos assim, em um mundo louco
Agora somos como o vento, encarando qualquer direção
Eu aprendi a sentir o que dói
Será que aprendeu, será que aprendeu

autor: Danilo Padovan
Daykon
Enviado por Daykon em 21/07/2006
Código do texto: T198604
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daykon
Santa Fé - Paraná - Brasil, 33 anos
46 textos (1217 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:56)