Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VÉSPERA

Véspera, espera em expectativa.
De qualquer data
Muda somente o enredo
No final é tudo música.

Véspera, dia especial,
Encontro, fatalidade pressentida
União em laços de amor
Inigualável porque sempre insuficiente.

Véspera...estado de espírito
Gente rara - escassa põe-se a sonhar
Ninho de amor protegido, incansável,
Amável, verdade insaciável.

Melodia de véspera, serena
Quando finalmente a realidade do encontro.
Fúnebre, silenciosa, quando pressentimento
Não mais sensação...ação do instante.

Serelepe, saltitante no ritmo das idades
As canções com cheiro de bolo e pão assado na lenha
Barulho de presente desembrulhando
Num doce perfume de família junta.

Véspera do pensamento é esse dia
Sonho só ficou sonhado
Desejo guardado, coração apertado...
Carece poesia por todo lado.

Véspera é hoje
Céu azul, sol muito claro
Anúncio, fim da espera?
Ausente - clarividente, infelizmente...

Chove muito no teu céu
Natureza posta que mostra
Pólos opostos que ocupamos
Geografia adversária dos corações.

Desperta sensação de véspera!
Realidade que se faz distante
Obrigada Criação Maior pelo arco-íris
Entre o sol e a chuva, o amor sincero.

Tudo espera, dor resignada,
Derramo palavra, é meu toque
Faço poesia como quem cobre
Ganho leitura, como quem se abre.
Márcia Beatriz Prema
Enviado por Márcia Beatriz Prema em 26/07/2006
Reeditado em 08/08/2006
Código do texto: T202224

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Márcia Beatriz Prema
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
83 textos (11202 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:21)
Márcia Beatriz Prema