Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Resposta

Eu vi um passarinho, mas não quis
imediatamente perguntar
como é que a gente faz pra ser feliz.
Preferi ouvir o seu cantar.

Ao pé da amendoeira fui sentar.
No chão aparecia a raiz.
A ela eu também quis indagar
como é que a gente faz pra ser feliz

O sol vem com o amanhecer.
O orvalho as flores vão molhar.
O mato espera chover
pra só então se alegrar.

Do tronco do jequitibá
é fácil achar o que fazer.
Mas se eu não tirá-lo de lá,
não vou jamais me arrepender.

Chego no riacho e logo acho água pra beber.
A borboleta vem e quer também.
Ainda bem que ainda tem.

Olho o sapo na beira do rio que não quer me olhar.
O jaboti me diz, não é feliz
quem não sabe coaxar.

Chega o rouxinol, chega o azulão.
Eu não me espanto se ninguém me chega e diz...
Vai embora o sol, vem a escuridão.
E então, como é que a gente faz pra ser feliz?
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 30/07/2006
Código do texto: T205319

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144485 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:35)