Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Divagações Saudosas


Tal como num comboio,

á velocidade rompante,

assim viaja minha mente

sem se quedar um instante!


Sento-me sempre á janela

vendo a paisagem correr,

quero agarrá-la, retê-la

pr'a depois a entender!


É tudo tanto distinto aqui

sem a mesma cor, nem jeito!

e questiono se a Saudade

é uma qualidade ou defeito!


Será o que Deus quiser..

ELE quer, mas não quero eu!

Quem me aparta da minha terra,

rouba uma andorinha ao Céu!


Sem água, o peixe nao nada!

Sem Sol, morrem as Flores!

Sem Minha Pátria, por perto,

a distância soa a horrores!


Nem que me pintem de Ouro!

Deêm alabastro ou marfim!

Só minha raça eu venero!

Não quero me findar assim!


Quero escutar o som do Fado,

dançar a Chula e o Malhão,

Que preenchem meus sentidos

e alegram o meu coração!


Aguarela Matizada
Enviado por Aguarela Matizada em 04/08/2006
Reeditado em 13/06/2010
Código do texto: T208775

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aguarela Matizada
Brisbane - Queensland - Austrália, 57 anos
266 textos (10830 leituras)
8 áudios (206 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:56)
Aguarela Matizada