Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁGRIMAS

NADA DO QUE POSSO VER
NEM NADA QUE ME FAÇA PODER
ENCONTRAM -SE EM MIM AGORA
QUERIA PODER ME ENCONTAR
E É TUDO

ENTÃO EM MIM, FAZ –SE AUSENTE
O POUCO QUE APRENDI
SOMEM AS PALAVRAS
UM POUCO DE TUDO QUE QUIZ
ESCONDIDO ATRAZ DE GESTOS
QUE NÃO COSTUMO FAZER
POR ISSO NÃO SEI O QUE DIZER

APESAR DO SORRIDO FALSO
QUE ME ACOMPANHA AS VEZES
NÃO POSSO ESCONDER
TUDO QUE PENSO
POR QUE A VERDADE
É TUDO QUE PRECISO AGORA

OLHANDO EM VOLTA
PENSANDO SER INFINITO
MINH’ALMA CHORA
MEU SORRISO FALSO SE CALA
E O SILÊNCIO PERTURBA

ACHO QUE ESTOU PREOCUPADO
UM POUCO DECEPCIONADO
E ATÉ MESMO CONFUSO
NÃO CONSIGO ELEVAR MEU ESPIRITO
A ALGUM PONTO DISTANTE
AONDE A FORÇA VEM DE DENTRO
ATÉ O FUNDO DO PRÓPRIO PEITO
QUE AGORA SOFRE AO VER A LUZ

LUZ QUE PENSEI SER ETERNA
ATRAZ DOS MEUS OLHOS
CARREGADOS DE LÁGRIMAS
QUE INSISTEM EM NÃO CAIR

ANGELO RONCALLY
Enviado por ANGELO RONCALLY em 06/08/2006
Reeditado em 25/08/2006
Código do texto: T210553
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANGELO RONCALLY
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil
44 textos (2285 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:44)