Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PORTO SEGURO

Nau errante,
de porto em porto
à vagar;
que não encontrou
cais onde ancorar.

Nave perdida,
é corpo, coração
a lamentar
em cada partida,
o fim da paixão.

Errante assim,
ai sabor dos ventos,
procura enfim
carícias, alentos.

Casco velho, magoado,
voltará quem sabe
um dia ao teu porto
e exausto, cansado,
adormecerá afinal,
outra vêz em teu corpo.
Riva
Enviado por Riva em 11/08/2006
Código do texto: T214185
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Riva
Peruíbe - São Paulo - Brasil
1075 textos (31486 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:26)
Riva