Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escuridão da noite



Você eu avistei em uma constelação, que veio à
Brilhar, ao chegar a escuridão da noite, que caia
Sobre mim.

Portanto, se é assim, onde estar o dia que
Ainda não surgiu pra me tirar dessa agonia,
Que me atormenta que feri minha alma,
Destrói meu coração, me fazendo perder a calma
E a razão.

Espero que não demores mais, pois eu não
Sei até quando eu irei aquentar viver em
Trevas sem o seu amor.

E assim são os meus dias de tormentos longe de
Você, você que é toda especial com esse seu jeito
De menina, com esse seu sorriso doce e com
Esse olhar tímido e delicado.

E foi esse olhar delicado que me fez seu
Escravo, escravo do seu amor, eu faria
Qualquer sacrifício pelo seu amor ou então por
Um único olhar apaixonado.

Ah! Como me dói te ver ao meu lado e não
Poder te tocar, te acariciar, como é difícil
Falar com você e não lhe dizer o
Quanto eu lhe amo.

"Como uma lágrima que nasce nos meus olhos
Despede-se da minha face e morre na tua boca".

Iraildo Dantas LUA
Enviado por Iraildo Dantas LUA em 18/08/2006
Código do texto: T219384

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Iraildo Dantas LUA
Salvador - Bahia - Brasil, 29 anos
152 textos (13391 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:08)
Iraildo Dantas LUA