Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


S A U D A D E S



O vento do tempo sopra e revolve

Lembanças até então esquecidas

Armanezadas no fundo da consciência

Aí bate a dolorosa, amarga e cruel

Saudade

Saudade é a cortina que separa

O ontem do hoje, o distante do próximo/

Saudade é ficar a imaginar o que seria

Como sem voce eu faria

É alimentar desejos

Suplicar beijos

Antever o passar do tempo

À espera de novo acontecimento

Saudade é relembrar as coisas boas

As atoas não devem ter merecimento

Siquer dispensar um pensamento

Por menor que seja o momento

Saudade é me sentir sozinho

Após ter estado em seus braços

Saudade é ver um longo caminho

E não ver nele os seus passos

Saudade é ouvir o vento

nem um sussuro de tua voz

Saudade é não mais no escuro ver teu lume

No travesseiro não sentir teu perfume

saudade é o grito estridente do silêncio

da dor atroz

Saudade é querer ter carinho

E não ter você para fazê-lo

Saudade é em mim um espinho

E só você pode removê-lo

Então , da saudade, dizer mais o que?

Dizer que saudade é . . . estar sem você!




.
GDaun
Enviado por GDaun em 19/08/2006
Reeditado em 01/09/2006
Código do texto: T219999

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (43001 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:10)
GDaun