Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nostalgia da inocência

A única coisa de que me lembro
É da relva queme afagava na infância, do colo de minha mãe
A única coisa que me afaga é a alma que eu vi passar
A alma inocente queme deixou marcas
De guerreiro insolito

A alma de um ser que marca qualquer individuo
Bem ou mal, ela marca a fogo
Com sua dossura, com sua terna face
Com seu jeito meigo que nos possue
Com a palmada que leva do pai bravo...

Só não se lembre dos escuros
Dos bichos papões
E das lendas horrorosas...
Pois erão profecias de nossos pais
Aos males que a sociedade nos traz

Seja como era, seja como foi
Seja como é, seja uma lembrança
Nostalgia da inocência, nostalgia da infância
Gustavo Franco
Enviado por Gustavo Franco em 21/08/2006
Código do texto: T221998
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gustavo Franco - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/gustavofranco). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Franco
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 27 anos
51 textos (2050 leituras)
1 áudios (22 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:40)
Gustavo Franco