Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aqueles Três Dias

Um bonde cheio de gente cantando,
e o trocador cobrando sem ninguém pagar.
A batucada de um bloco qualquer
não parece que quer ver ninguém sem sambar.

Cidade enfeitada de alegria,
com a minha fantasia também vou brincar.
A madrugada chegou, mas ninguém,
sem contar os nenéns, com ela foi se deitar.

De mascarado medo já senti,
mas eu dava tudo pra não ver o final
daqueles três dias de alegria
que a gente vivia dentro do Carnaval.

E hoje eu faço força pra pular,
mas só consigo simular. É tudo o que eu sei.
A mascarada de quem eu corria,
mas me divertia, jamais encontrarei.

Eu era pequenino e não sei bem,
aqueles três dias, porém, me fazem recordar:
a garotada contente correndo
e coro fazendo pra cidade cantar.


Rio, 24/12/1966
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 26/08/2006
Código do texto: T225532

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:18)