Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ahhh saudade bandida...

Ahhh saudade bandida,
que devora e judia,
meu pobre coração!
Nossa como eu queria,
entender nossa vida,
na beira do abismo,
no fogo ardente
desta nossa paixão!!!
Mas que saudades é essa?
Que chega e domina,
sem pedir licença,
vai me tomando a ação???
Quero uma xícara de café,
que ao me despertar,
vai me trazer você!
Saudade imensa,
da sua boca carnuda,
que rasga e desnuda,
toda minha emoção!!!
E desse amor
que me acompanha,
vou declamando com fervor,
meu amor por você!
Jamais se esqueça
desta nossa canção,
que traduz uma vida,
bem amada e bem sentida,
mesmo á distância,
da nossa razão!
Te amo porque
acho que te amo,
sem lógica,sem noção...
Apenas o sentido d'alma,
refletido ao coração...
E que na nossa noite calma,
nossos desejos se realizem,
traduzindo o amor,
em uma linda canção!!!
Ricardo Salem
Enviado por Ricardo Salem em 09/09/2006
Código do texto: T236171

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Ricardo Salem e o site www.ricardosalem.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Salem
Japão, 46 anos
326 textos (45196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:37)
Ricardo Salem