Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁGRIMAS

 
Em seu lugar habita o silêncio
que passivo, abre uma trilha
cujo caminho leva à solidão.
Um vento gélido corta a carne,
desfolha os sentimentos
e sufoca a alma em lamentos
sem entender dos porquês...
Tantas são as lágrimas represadas
que os olhos, não as conseguem conter
e assim rompem as barreiras da dor.
Rolam livres pela face,
sem qualquer disfarce,
extravasando toda emoção
que o coração não pode esconder.
Esparramam-se pela noite silente
cristalizando os sonhos
e, então, furtivamente
desabam em densas torrentes.
Transformando a mesma trilha
em rios de ausências,
transbordando lembranças
em águas revoltas de mágoas
e margeando o tempo desfeito,
desaguam em seu leito
gotas vertentes de saudades.

 
01/09/2006

Anna Peralva
Enviado por Anna Peralva em 10/09/2006
Reeditado em 17/10/2009
Código do texto: T236698
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Peralva
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
1582 textos (60688 leituras)
3 e-livros (572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:47)
Anna Peralva