Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Último Ato

Amo-te...
E isto me basta.
Mas não bastou pra ti.
Foste...
E eu não!
Aqui, continuei te amando,
Conjugando meu desiderato
Neste último ato,
Como um farrapo,
Boneco de trapo,
Restos de mim e de nós.
E ainda que não perdure
Eternamente
[Hei de morrer um dia]
Sofro com tua ausência.
Mais do que de costume
Menos do que sempre.
Amo-te...
E isto agora já não basta!
Preciso de ti...



Mallmith
Enviado por Mallmith em 12/09/2006
Reeditado em 21/09/2006
Código do texto: T238104
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mallmith
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 59 anos
173 textos (4963 leituras)
3 e-livros (185 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/06/17 08:12)
Mallmith