Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sopros da memória

Como alvoroçada luz balouçada nos ventos,
seus olhos distantes em brevidade partiram,
como a despedida de borboletas errantes.

Em canções soluçadas nos sonhos dispersos,
relembro como lufadas por Éolo suspiradas
as pétalas caídas de páginas desbotadas.

E as flores sopradas nos emudeceres d'outrora
parecem-me sorrir mais radiantes
que as anteriores raiadas d'aurora.

Ó, zéfiro de rumorejados encantamentos!
Levai-me como o suplicar de anjos em revoada:
Deixai-me contigo, em insuflados pensamentos.
ErlKoenigKunstler
Enviado por ErlKoenigKunstler em 16/09/2006
Código do texto: T241327

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Carlos do Carmo Guimarães, www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErlKoenigKunstler
Santo André - São Paulo - Brasil
74 textos (3066 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:47)
ErlKoenigKunstler