Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPERA E DESESPERO

Espero-te amor,
sinto-me prisioneiro
e sem teus braços
que me enlaçavam,
dando vida à minha vida,
o meu viver morre
de desespero pela tua ausência
e desfaz-se em pedaços.
Espero-te amor,
dá-me a tua mão amiga,
pois, meu ser habita em ti
e minh'alma jaz perdida,
vivendo o sonho da espera
em longas e sofridas horas
sem amor ou ternura
e o coração na amargura.
Olha como imploro
a doçura dos teus lábios,
já sem forças e quase louco,
na angústia mergulhado
e no vazio perdido,
clamando por teu amor
com o meu coração ferido...
Meus olhos gotejam lágrimas
e minha boca chama por ti,
chora minh'alma a saudade
dos beijos que em teus lábios bebi...
Vem amor, vem,
vem que eu espero por ti...
José Rafael
Enviado por José Rafael em 19/06/2005
Código do texto: T25866
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Rafael
Portugal
39 textos (1815 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:21)
José Rafael