Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caixinha de Recordações

Há muito tempo está a caixa encerrada.
Mas é hoje que a vou abrir sem tormento ?
Talvez me sinta de novo amargurada
E a longínqua saudade venha com o vento.

 
Quanto tempo é que terá já passado ?
Como foi ? Consegui resistir à dor !
Quando um jovem coração é destroçado
O sangue e a vida perdem todo o calor !

 
Assim pensando esta caixa vou abrindo …
Uma a uma, as lembranças estão surgindo
Numa ânsia grande – enorme ! – e dolorosa …


Minha caixinha não devia abrir !
Pobre de mim ! Não mais tornarão a vir
Aqueles meus primeiros sonhos cor-de-rosa !
Cri
Enviado por Cri em 19/06/2005
Reeditado em 19/06/2005
Código do texto: T25879
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cri
França, 58 anos
30 textos (7245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:06)
Cri