Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amaríssimo


Amaríssimo



Tentarei não contar com
A saudade, ela sempre me
Veste de palhaça e com
Mãos de ar em cinzas
Tece motivos
Para a platéia rir de mim


Voltarei aos sonhos e direi á eles
Que quem sabe um dia agente se esbarre.

Esperarei primaveras invernos, uma vida:
Ouvindo de longe o brilho da festa
No inicio da noite em algum
Lugar da cidade.

Era fácil e eu não sabia,
Longe de você o tédio me mataria.
O quê é que há?
O sol lá vem é apenas mais um dia.
Não espero esclarecimentos, só fugir de mim,
Sobre as tardes do esquecimento
Tingindo no horizonte a saudade
Da ilusão sem fim.


Jane Krist









...

SAUDADE
na solidão na penumbra do amanhecer.
Via você na noite, nas estrelas, nos planetas,
nos mares, no brilho do sol e no anoitecer.
Via você no ontem , no hoje, no amanhã...
Mas não via você no momento.
Que saudade...
( Mário Quintana )





Jane Krist Coffee
Enviado por Jane Krist Coffee em 09/10/2006
Código do texto: T259999

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jane Krist Coffee). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane Krist Coffee
São Paulo - São Paulo - Brasil
503 textos (67730 leituras)
1 e-livros (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:58)
Jane Krist Coffee