Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AI SAUDADE...

AI SAUDADE...
ATÉ QUANDO GOTEJAREI LIQUIDOS PELA IMPOSTA DISTANCIA QUE ME ANGUSTIA ME TRAZENDO SOLIDÃO?
EM BUSCA DO SORRISO, ENCONTRO INCONTIDO CHORO.
CAINDO EM PRANTOS, FOTOGRAFO ROSTOS QUE PARA TRÁS DEIXEI.
NA MENTE, FLASHES, REPETEM IMAGENS LNGINCUAS.
MENTALISO:
FÊNIX, TIVERA MAIS SORTE QUE EU QUANDO DAS CINZAS RENASCERA.
NA FLUTUAÇÃO DO PENSAMENTO,QUISERA-ME ESTAR NA PERFEIÇÃO DE PEGASUS.
RASGARIA AS NUVENS, DESCORTINARIA CEUS,DESAFIARIA AS CORRENTES DE AR.
E, SE CHOVESSE, OS CRISTAIS LIQUIDOS CONFUNDIR-SE-IAM COM AS MINHAS LÁGRIMAS, NA ÂNSIA DO POUSO ONDE AGORA ME VEJO CHEGANDO.
PARES DE BRAÇOS ME RECEBERIAM, BOCAS ME BEIJARIAM E DIRIAM: QUE BOM QUE VOCÊ VOLTOU.
SACODE AS CINZAS, E TIRA ESTAS ASAS PARA QUE POSSAMOS TE ABRAÇAR MELHOR.

Dedicado a minha esposa e meus filhos.
07/10/2006
CARLOS SILVA POETA CANTADOR
Enviado por CARLOS SILVA POETA CANTADOR em 11/10/2006
Reeditado em 01/03/2008
Código do texto: T261830
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS SILVA POETA CANTADOR
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 53 anos
138 textos (7804 leituras)
3 áudios (307 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:18)
CARLOS SILVA POETA CANTADOR