Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CURA

Andei pensando...
Estivemos juntos,
Vivemos juntos,
Tudo, sempre juntos.
E você ainda nem morreu.
Está tão próxima...
Continua viva,
Se assim fosse, morta estivesse,
Me tornaria bruxo,
Um espírita qualquer,
Assim, talvez,
Pudesse eu escutar
Sua voz novamente.
O que houve?
Como foi acontecer?
Porque não nos falarmos?
Toda separação
Precisa ser doída assim?
Estou me privando,
Acho que por necessidade.
Minha ou sua, não importa,
Afinal, você não me quer mais.
São estas suas palavras.
Em respeito a tudo seu,
Permaneço em silencio....
Mas...
Dentro, aqui dentro...
Já não se calam os gritos...
De saudade.
Eu sei que o espírito,
Se desdobra.
Energia que é,
Pode estar em lugares vários...
Mas...
Só não sabia que...
Ficava em pedaços,
Procurando no vazio,
Fragmentos, retalhos
Dos momentos por nós vividos.
Porque está tão calada?
Se não quer voltar,
Pelo menos fala comigo,
Você não morreu...
Sou hoje,
Se sou...
Nada sou!
Quero ser mais uma vez
Quero ver...
Sentir,
Você por perto...
Seja homeopatia,
Em dosagem pequena,
Cura a minha saudade...
Se quiser,
Seja a cicuta, veneno mortal...
Mata, acaba, extermina e, some..
Com esta saudade doentia,
Chamada
Você.
kmmarcos
Enviado por kmmarcos em 13/10/2006
Código do texto: T263271
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
kmmarcos
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
133 textos (20077 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:27)
kmmarcos