Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Saudade"

Os anos pesavam-lhe tanto,
Mais, mesmo assim, ele estava a carregá-los sempre mais,
Com a força e determinação de um guerreiro.
No intimo, escondia experiências de tantos dias que passaram-lhe pela carne,
Cortando-lhe como foice os desejos e sonhos,
E acumulando-se nas gavetas da memória desarrumadas,
Cheias de quinquilharias e tesouros perdidos.
Umas tão vivas que vez por outra, vinham a tona
Sem que ele sequer percebesse, e vazavam pela voz de pacificador,
Como a calmaria de um oceano sem vento
Eram, reminiscências de um passado que marcará-lhe, as vezes como batom De lábios ardentes e apaixonantes, noutras, como o ferro em brasa da ingratidão que lhe impunham.
Tinha na fisionomia quase sempre triste um algo que encantava e dava-lhe um Ar de sobriedade e sabedoria, como se soubesse da vida tudo,...e ele sabia.
É essa a lembrança que tenho do meu avô...
Essa lapide muda, jamais poderá viver tanto para dizer com precisão quem ele fora, e qual o seu significado para mim.
Por isso, quero que essa lapide fria diga uma palavra apenas, uma palavra que Arde em mim, queimando-me por dentro como ferro em brasa, ...Saudade!





® Varley Farias Rodrigues

Varley
Enviado por Varley em 28/10/2006
Reeditado em 19/11/2006
Código do texto: T275702

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Varley Farias Rodrigues). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Varley
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
127 textos (5448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:13)
Varley