Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEREDAS DE SILÊNCIO

*Fanny*

Caminho nos socalcos do destino
e perscruto veredas de silêncio
nos tropeços das lembranças...
Pensamentos que se esvaem
nos ventos dilacerantes da Razão...

Desfolho pétalas de ausências
pedaços de sonhos sem fragrância
que se perderam na apatia
desta minha alma privada de mim...
Peregrina de dor...num jardim sem nome...
alma errante... sem fim.

Naufrago a esperança do meu sonhar
e perco-me no oceano da solidão
vagueando por sonhos interrompidos...
asas quebradas...voos proibidos...
emoções negadas...reprimidas...contidas.

Mas do firmamento caem chuvas de estrelas...
são as lágrimas serenas da compadecida lua...
Quem sabe elas me guiem...me acendam
novos caminhos...e alumiem
os lugares solitários da minha alma?
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 26/06/2005
Código do texto: T27889

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (6828 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:12)
Fanny Estrela