Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depois da dor.

A falta de sono o leva lembranças,
Ele levanta, inquieto e com o leve tremor nas mãos,
Só um gole, mas ele não pode, só uma garrafa, mas ele não deve,

Ele fecha os olhos e começa a dançar,
Abraçado a um anjo, tão lindo,
E ao pé do ouvido ele diz:
-Que saudade meu amor.

O anjo nada responde, apenas acompanha os passos sem jeito do poeta...

Ele abre os olhos e tudo some,
A tristeza costumeira toma conta do seu coração,
É tanta saudade que a própria saudade sente falta dele,
É tanta dor que a própria dor ressente nele,

E o poeta continua o mesmo, um pouco mais velho,
Um tanto mais magro...
E sem nenhum vestígio de felicidade.
Leo Magno Mauricio
Enviado por Leo Magno Mauricio em 04/11/2006
Código do texto: T282392
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Magno Mauricio
Guarulhos - São Paulo - Brasil
455 textos (14413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:29)
Leo Magno Mauricio