Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sempre que me lembro
dos seus gestos ou palavras
são sempre generosos
na arte de ser educado, compreensivo
amigo fiel, companheiro impar,
 amante perfeito.
Nunca uma grosseria
 ou uma palavra mal dita
hoje vejo e a constatação é triste
não haverá neste mundo
alguém como você.
A fala mansa,
o carinho desprovido do retorno
só o dar sem querer receber.
Sangra peito, chora dor
eu já sabia, igual nunca
parecido nem talvez...
Só você sabia entender
minhas brincadeiras
rir das minhas loucuras,
achar graça do meu mal humor.
Um eu te amo sem palavras
a mostrar em cada atitude de respeito
  ou cuidado
o não magoar se foi...
Resta agora a imensa vontade de dizer
obrigado pelo seu carinho
homem igual a você merece sempre 
muito agradeço por ter me amado tanto.
Daqui para frente só saudade
boas lembranças e um vazio sem fim...
Nesta vida ou em quantas for preciso
eu sei que vou te amar...



 
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 05/11/2006
Reeditado em 22/07/2012
Código do texto: T282569
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30279 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:55)
Tânia Ailene Nua Poesia