Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quanta saudade há em mim

MOTE
   
Quanta saudade há em mim
Do nosso tempo...de ti, Amor
Inebriados éramos assim
Um Mundo inteiro em Flor
 
                 Cecília Rodrigues_2006
 
l
Partiste deste mundo e eu fiquei
Sozinha com os filhos por criar
A morte obrigou-te a me deixar
E eu já nem sei quanto chorei
Soluçando vi-te partir e agora sei
Que não posso mais ficar assim
Trabalho dia e noite com um fim
De deixar nossos filhos criados
Mas sinto os teus lábios molhados
Quanta saudade há em mim.
 
ll
Na cama ainda sinto o teu cheiro
Apalpo com a mão mas não te acho
Tenho saudades de ti, como macho
Das nossas brincadeiras no banheiro
A brincar, tu eras mais batoteiro
Mas sempre foste bom admirador
E eu ganhava sempre uma flor
Cumprias bem teu desempenho
Que saudades, ainda tenho
Do nosso tempo...de ti, Amor.
 
lll
Nossos filhos continuam estudiosos
Fazem sempre os seus deveres
Que pena não estares cá para veres
Como eles são lindos, maravilhosos
Um dia também serão poderosos
Saem ao pai, tenho certeza, sim
Têm o teu cheirinho a jasmim
E já vão querendo namorar
Mas eles têm que estudar
Inebriados éramos assim.
 
lV
Vou-te escrever todos os dias
Mesmo que tu não possas ler
Mas sei que ficas a saber
Através das minhas poesias
Ainda me lembro como rias
Com teu ar galanteador
Tenho saudades meu amor
Mas já não quero mais chorar
Prefiro antes recordar
Um Mundo inteiro em Flor.
 
 
Maria Custódia Pereira
Biazocas
Enviado por Biazocas em 23/11/2006
Reeditado em 27/10/2012
Código do texto: T298759
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 65 anos
425 textos (15838 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:37)
Biazocas