Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENINA TRANSPARENTE.

 

(Poemeto de filha).


Ah! Minha filha moreninha e muito querida.

Branca magnólia, suave e transparente.

A saudade de ti é uma dor mui sofrida,

Quando de mim te fazes muito ausente.

Lembrei-me hoje de ti novamente,

Dos teus cabelos pretos e do sorriso,

A sorrir-me solta e docemente.

Pra me alegrar quando for preciso.

Formosa flor, alva e boreal.

Teu canto jovem hoje eu realizo,

Nestes versos simples e formal.

Tu és a minha deusa, sagrada vestal.

No meu mar de saudades te diviso como,

Joesa Rosa, flor silvestre, rosa sideral.

 

 

Eráclito Alírio

 

Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 26/11/2006
Código do texto: T301694
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 74 anos
889 textos (135240 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 01:59)
Eráclito Alírio da silveira