Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AUTO RETRATO

Mudei muito
Tenho agora a aparência de uma outra pessoa...

Quanta mascara
Quanto arame nesse rosto
Quantos aqui já se manifestaram
Quantos homens foram esse homem...

Vendo-me por aquela estrada
Pés descalços sobre o pó da terra
Brincando
Rindo das coisas mais fúteis da vida
Mal me reconheço nesse rosto em que me encontro agora...

Se me perguntassem
Do que é feito um homem
Eu diria sem hesitar
Um homem é feito de lembranças
De lembranças e de algumas loucuras...

Contudo
A lua cheia e todo um céu de estrelas
Eu vejo pela minha janela
Que não passa de uma janela comum
E eu não posso negar a existência das estrelas.

A pessoa que você mais ama
Não se iluda é você mesmo
Pensei ter amado muitas pessoas
Durante a vida
E bem na verdade as amei
Mas todas
Sem nenhuma exceção
Foram em mim mesmo esculpidas.
ULISSES de ABREU
Enviado por ULISSES de ABREU em 26/11/2006
Código do texto: T302134

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome do autor e endereço para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ULISSES de ABREU
Viçosa - Minas Gerais - Brasil
608 textos (207325 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:33)
ULISSES de ABREU